Facebook Youtube Flickr
Notícias
UNACON se reúne com servidores da CGU

28/02/2008 às 00:00

UNACON se reúne com servidores da CGU

           Os dirigentes da UNACON estiveram reunidos com alguns servidores da Controladoria-Geral da União para repassar as informações da reunião de ontem (27) entre governo e entidades do Ciclo de Gestão. O encontro seria realizado do lado de fora do prédio da CGU, mas, devido à chuva e à indisponibilidade do auditório, a conversa aconteceu no hall de entrada.            A respeito da reunião de ontem, o presidente da UNACON, Fernando Antunes, informou que o governo estipulou a data de 31 de março para finalizar as negociações, e que, na próxima semana, será realizada uma reunião interna para definir os rumos que serão tomados na negociação com o Ciclo de Gestão. Antunes reforçou que essa campanha será responsável pelos rumos da carreira nos próximos dez anos. “A hora dos 100% é essa”, concluiu. O governo agendou um novo encontro com o Ciclo de Gestão para o dia 12 de março.            Como a participação dos servidores foi prejudicada pela falta de espaço para realizar a assembléia, um novo encontro será agendado na CGU, assim que o auditório estiver disponível. Questões internas Após a conversa com os servidores, a diretoria da UNACON foi recebida pelo diretor de Gestão Interna da CGU, Cláudio Torquato. Na ocasião, foram discutidos os seguintes assuntos: criação do estacionamento para os servidores da CGU; assuntos relacionados às atividades da Controladoria do Rio Grande do Sul e do Piauí; e andamento da questão da jornada de trabalho equivalente a do Tribunal de Contas da União (TCU). Os dirigentes sindicais também cobraram informações sobre a campanha salarial 2007/2008.             Estiveram presentes à reunião, além de Fernando Antunes, o vice-presidente da UNACON, Carlos Alberto Pio. o presidente do Conselho Deliberativo da entidade, Marcos Superbus; o diretor de Atendimento aos Associados, George Santana; e o presidente da regional do Rio Grande do Sul, Rudinei Marques (foto abaixo).

Carreira se mobiliza antes de encontro entre governo e Ciclo

27/02/2008 às 00:00

Carreira se mobiliza antes de encontro entre governo e Ciclo

            Os servidores da Controladoria-Geral da União estão atentos à reunião entre o governo e as entidades do Ciclo de Gestão, marcada para hoje (27), às 19h. Durante encontro com a UNACON, na manhã de hoje, em frente ao prédio da CGU em Brasília, os analistas e técnicos de Finanças e Controle demonstraram disposição para se mobilizar e lutar pela equiparação salarial com as carreiras do Fisco. A secretária-geral da entidade, Márcia Uchôa, falou aos servidores sobre a expectativa de que o governo apresente uma proposta concreta ao Ciclo de Gestão. A dirigente ressaltou que a carreira deve ficar alerta e preparada para mobilizações, caso não haja uma definição do reajuste salarial. “Estamos aqui para que o governo saiba que podemos nos mobilizar a qualquer momento”, disse.  O diretor de Atendimento aos Associados, George Santana, explicou que o momento ainda não é de paralisação. “O governo não apresentou proposta. Vamos aguardar, mas mantendo esse espírito de luta”, afirmou. Segundo ele, cerca de 16 estados têm mobilizações programadas para hoje, dia em que os servidores estão em estado de vigília. Mobilização nacional A reunião com os servidores de Brasília contou com a participação do presidente da UNACON Regio do Rio Grande do Sul, Rudinei Marques. O dirigente regional informou que os analistas e técnicos da CGU/RS se reuniram na última segunda-feira (25) e, desde então, estão mobilizados, aguardando uma proposta do governo hoje. “O pessoal está angustiado com tantas rodadas infrutíferas de negociação. Precisamos preservar o espírito de mobilização para que, na hora que for preciso, a gente possa dar uma resposta ao governo”, disse. Entre outros estados com atividades programadas para hoje, estão o Pará – que agendou reunião com os servidores entre 9h30 e 10h30 –; Minas Gerais – com reunião às 10h –; São Paulo – onde os servidores se reunirão às 13h30; e Alagoas - com vigília marcada para as 14h. Em Brasília, os servidores da Secretaria do Tesouro Nacional vão se reunir no hall do anexo do Ministério da Fazenda a partir das 16h, para a vigília antes da reunião entre governo e Ciclo de Gestão.

Leia mais

UNACON envia carta a associados com direito a precatórios

27/02/2008 às 00:00

UNACON envia carta a associados com direito a precatórios

           Os 723 aposentados e pensionistas associados à UNACON que têm direito aos precatórios referentes à ação da GCG receberão, em breve, carta da entidade com orientações sobre a retirada do dinheiro. O documento terá o número do precatório, que deve ser informado no Banco do Brasil, para resgate do valor correspondente.             O diretor de Assuntos Jurídicos da UNACON, José Alves de Sena (na foto, com a funcionária Francisca), lembra que, em julho do ano passado, a entidade já havia enviado carta aos associados com o número do precatório, mas a informação está sendo reforçada agora, momento em que o dinheiro está liberado. “Felizmente, este pagamento está ocorrendo antes da aprovação do orçamento no Congresso Nacional. Algumas pessoas já até receberam, mas vamos fornecer novamente todas as informações, para que não haja dúvidas”, explica.             Os precatórios estão liberados desde o dia 23 de janeiro e são referentes aos processos que tramitavam na 7ª. Vara Federal. A emissão dos precatórios havia sido autorizada no ano passado pela Justiça Federal, totalizando um valor superior a R$ 38,8 milhões.             Associados que não receberem a carta ou que, mesmo de posse da carta, permanecerem com dúvidas sobre como proceder devem entrar em contato com a UNACON, pelo telefone (61) 2107-5018 (falar com Francisca).  

Leia mais

Mobilização nos estados mostra união da carreira - ATUALIZADA

27/02/2008 às 00:00

Mobilização nos estados mostra união da carreira - ATUALIZADA

            Horas antes da reunião entre governo e as entidades do Ciclo de Gestão, os integrantes da carreira Finanças e Controle demonstraram disposição para lutar pela equiparação salarial com as carreiras do Fisco. Em mobilizações pelo país, os servidores sinalizaram que têm força para reagir, caso o governo não atenda o pleito da categoria.             A movimentação começou cedo. Em Brasília, os dirigentes da UNACON se reuniram com os servidores da Controladoria-Geral da União às 9h. No Pará, em assembléia realizada às 9h30, os servidores votaram propostas para a campanha salarial, como o combate à defasagem salarial do cargo TFC e a convocação imediata da Câmara de Mobilização da entidade, para coordenar ações em todo o país.             Em Minas Gerais, os servidores se reuniram às 10h. Os participantes discutiram a possibilidade de deflagrar greve e avaliaram que uma medida como essa só pode ser tomada em acordo com outras regionais e com o apoio da Direção Nacional.             No estado do Amazonas, servidores participaram de conversas com dirigentes da entidade e declararam apoio ao movimento de vigília promovido pelas regionais. No Paraná, o tema da reunião com os servidores foi a reabertura das negociações salariais. O grupo se declarou coeso nesta e nas próximas etapas da negociação, caso seja necessário. Em Santa Catarina, a mobilização foi realizada na CGU, das 16h às 17h.             Os servidores do Rio Grande do Sul haviam se reunido na última segunda-feira (25), momento em que reafirmaram a disposição de lutar pela equiparação com o Fisco. De acordo com o presidente da regional gaúcha, Rudinei Marques, os integrantes da carreira no estado estão atentos à reunião de hoje e dispostos a se mobilizar a qualquer momento.   Em Alagoas, os servidores se reuniram às 14h. Durante uma hora, discutiram diversos assuntos, como a Lei Orgânica da CGU, o fim da curva forçada e a necessidade de incentivo a pós-graduação e cursos relacionados à carreira, além de uma possível pauta de mobilização, dependendo dos resultados da reunião.   No Ceará, a mobilização foi realizada às 15h. Após discutir a campanha salarial, os servidores sugeriram que fossem levados para a mesa de negociação dados concretos sobre a evasão na carreira e também dados relativos à economicidade decorrente da atuação da CGU.    Os servidores de Pernambuco se reuniram às 10h e produziram um manifesto em favor da equiparação salarial com as carreiras do Fisco. Segundo o documento, os analistas e técnicos de Finanças e Controle esperam que o governo atribua às carreiras do Ciclo de Gestão a importância devida. “É inadmissível sermos tratados como sendo de segunda categoria relativamente aos servidores da Receita Federal (...) Tão ou mais importante que arrecadar é assegurar a boa e regular aplicação dos recursos públicos. É evidente que de nada adianta arrecadar se estes recursos vão sumir no ralo do desperdício e/ou na corrupção pura e simples”, diz o manifesto.              STN             Às 16h, os dirigentes da UNACON foram à Secretaria do Tesouro Nacional (STN), em Brasília. Para mostrar ao governo a preocupação da classe com a negociação salarial, os servidores ficaram em vigília hoje no hall de entrada do prédio. Na busca por 100% de equiparação com o Fisco, os analistas e técnicos da STN esperam um resultado positivo da reunião do Ciclo de Gestão com o governo, marcada para as 19h de hoje. Dispostos a mostrar para o governo que a classe está organizada, os servidores elegeram uma comissão de representantes com o objetivo de se mobilizar internamente, criar um canal transmissor de informações, e valorizar a carreira. Estiveram presentes à reunião a secretária-geral da UNACON, Márcia Uchôa, o diretor de Atendimento aos Associados, George Santana, e o presidente da UNACON Regio do Rio Grande do Sul, Rudinei Marques. A secretária-geral declarou que existe uma grande possibilidade de ser apresentada uma proposta pelo governo hoje, e a vigília terá um papel de suma importância nessa negociação. "Conseguimos mostrar para a casa que os servidores estão juntos e que a qualquer momento poderão tomar uma decisão mais forte", disse. O presidente da regional do Rio Grande do Sul reforçou o pleito da categoria. "Estamos em luta centrada e firmados para que o governo saiba que não aceitamos nada menos do que a equiparação plena", afirmou Rudinei Marques.  O diretor George Santana comparou a negociação a um jogo e afirmou que o fim está próximo. "Estamos em jogo de xadrez e ganha quem souber movimentar as peças da melhor forma possível.", concluiu.   Servidores se reúnem na STN, em Brasília   Vigília em Minas Gerais   Mobilização no estado do Paraná   Servidores reunidos no Rio Grande do Sul, na segunda-feira (25)   Servidores de Alagoas discutem temas relativos à carreira   Reunião no Ceará   Servidores de Pernambuco produzem manifesto   Vigília em Santa Catarina                                                                                                                           foto: Carlão Limeira Servidores do RJ também se mobilizam

Leia mais

Governo define 31 de março como data limite para fim de negociação

27/02/2008 às 00:00

Governo define 31 de março como data limite para fim de negociação

                          O governo estabeleceu um prazo para o encerramento da negociação salarial com as entidades que compõem o Ciclo de Gestão: 31 de março.  O anúncio foi feito na reunião entre a Secretaria de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento e os dirigentes do Ciclo na noite de hoje, 27 de fevereiro. A UNACON foi representada pelo presidente nacional da entidade, Fernando Antunes, e pela secretária-geral Márcia Uchôa. O presidente da regional da no Rio Grande do Sul, Rudinei Marques, também participou do encontro.                 As entidades cobraram do governo respostas para a pauta apresentada no dia 20 de fevereiro, em carta enviada ao secretário de Recursos Humanos Duvanier Ferreira: reajuste dos valores dos salários e transformação da remuneração atual em subsídio; definição de calendário para aplicação do reajuste salarial, de tal forma que seja implantado em consonância com o calendário das carreiras do Fisco; e reorganização do cargo de técnico.                 De acordo com o diretor do Departamento de Relações do Trabalho, Nelson Freitas – que conduziu a reunião -, a extensão das negociações se deve ao fato de que o governo precisa definir, internamente, pontos importantes relativos às carreiras do Ciclo de Gestão. “Estamos restabelecendo parâmetros para avançar na negociação”, afirmou. Esses parâmetros englobam assuntos financeiros (tabela salarial e calendário de implementação desta tabela) e gerenciais (avaliação de desempenho e reorganização do cargo de técnico). O governo realizará reunião interna na próxima semana. Uma nova reunião entre os dirigentes do Ciclo de Gestão e o governo foi marcada para o dia 12 de março.                 O presidente da UNACON, Fernando Antunes, considera que a reunião de hoje foi pouco produtiva. No entanto, Antunes destacou que o quadro de negociações não se alterou, porque os servidores da área tributária – apesar de terem recebido linhas gerais de uma proposta – ainda não têm uma definição concreta, assim como os servidores da carreira Finanças e Controle.                 Assembléias                 Os analistas e técnicos de Finanças e Controle da Controladoria-Geral da União (CGU) e da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) se reunirão amanhã com os dirigentes da UNACON. Na STN, a plenária será às 10h, no hall de entrada do prédio do Tesouro. Na CGU, a assembléia está marcada para as 16h30, no auditório localizado no térreo do órgão. "Os servidores da CGU e da STN sabem a importância da negociação, mas também saberão agir para defender seus interesses", encerrou Fernando Antunes.

Leia mais

Exposição lembra 85 anos da morte de Rui Barbosa

26/02/2008 às 00:00

Exposição lembra 85 anos da morte de Rui Barbosa

A UNACON e a Fundação Casa de Rui Barbosa organizam, entre os dias 27 de fevereiro e 1º de março, a Exposição “85 anos sem Rui Barbosa”, evento que lembra o octogésimo quinto ano da morte de um dos mais eminentes políticos brasileiros. Para marcar a data, a exposição traz a Brasília um acervo composto por cerca de 200 obras, entre livros de autoria do próprio Rui e de outros autores que escrevem sobre a vida e o trabalho da Águia de Haia.             O conjunto é composto por livros novos e antigos – a primeira parte disponibilizada pela Fundação Casa de Rui Barbosa, e o restante proveniente de um acervo adquirido pela livraria Admirável Livro Raro. A exposição possui diversas obras do final do século XIX e início do século XX, entre elas algumas raridades como “Amnistia Inversa – Caso de Teratologia Jurídica”, de autoria do próprio Rui Barbosa, uma segunda edição publicada em 1896. Destaca-se também “Discursos (1890-1896)”, publicado em 1897. De outros autores, há “Ruy”, de Michel Simon (1949), um dos jornalistas que ajudaram a criar o apelido “Águia de Haia” durante a Convenção sobre a Resolução Pacífica de Controvérsias Internacionais em 1907. Outra obra que merece destaque é a do advogado Clodomir Cardoso, “Ruy Barbosa – A sua integridade moral e a unidade de sua obra”, de 1927. Essas e muitas outras obras estarão disponíveis para apreciação na livraria Admirável Livro Raro, das 9h às 20h, no endereço SHCN 406 - Bloco B - Loja 34 - Subsolo. A entrada é gratuita.   Serviço Exposição “85 anos sem Rui Barbosa” Período: de 27 de fevereiro a 1º de março de 2008 Local: Livraria Admirável Livro Raro Endereço: SHCN 406 - Bloco B - Loja 34 - Subsolo Horário: das 9:00 às 20:00 horas Entrada Gratuita.

Leia mais

ico-fce-1248498586fd276f5178b4d3f2b7aa20.jpg ico-you-90c6251d1ea816aae592005c0d5e6892.jpg ico-flk-ec51aca45a2791d46190d2eadacb4464.jpg

SCLN 110, Bloco C, Loja 69/79 - Brasília - DF - (61) 2107-5000 - CEP: 70.753.530

© Unacon Sindical 2015. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: Felipe Lacerda Soluções Web