Facebook Youtube Flickr
Notícias
A | A+
Imprimir Matéria
MP 849/2018

Rosso garante luta contra adiamento de reajuste dos servidores públicos

Deputado se comprometeu a contatar o senador Eunício Oliveira (MDB/CE), que é o presidente do Senado Federal, para solicitar a devolução da MP

Publicado em 13/09/2018 às 13:25 | Acessos: 152


O deputado federal Rogério Rosso (PDB/DF) prometeu lutar contra mais um ataque do governo federal aos servidores públicos, a Medida Provisória (MP) 849/2018, que adia a última parcela dos reajustes salariais dos servidores federais para 2020. Durante encontro com representantes do Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate), na tarde desta quarta-feira (12), o parlamentar se comprometeu a contatar o senador Eunício Oliveira (MDB/CE), que é o presidente do Senado Federal, para solicitar a devolução da MP.

 

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu a apreciação do Congresso Nacional sobre a MP 849 e Eunício Oliveira precisa se posicionar sobre a matéria.

 

“Acompanho a luta do Fonacate há um bom tempo em propostas como a da reforma da Previdência, do teto remuneratório e outras. Reconheço a importância desse Fórum para auxiliar os parlamentares em matérias que afetam diretamente o funcionalismo. E, mais uma vez, o governo resolve colocar na conta dos servidores problemas que não estão relacionados ao serviço público e sim à falta de gestão dos governantes”, afirmou Rosso.

 

Rudinei Marques, presidente do Unacon Sindical e do Fonacate, agradeceu ao parlamentar por sempre apoiar as causas de todas as carreiras do funcionalismo e reiterou a importância de que a MP 849 seja rejeitada pelo Congresso.

 

Carta de Princípios – Candidato ao governo do Distrito Federal, Rogério Rosso aproveitou o encontro com representantes do Fonacate para assinar a Carta de Princípios das Eleições 2018.

 

“Serei um governador que irá trabalhar pela qualidade do serviço público. E precisamos colocar no Congresso e nas Câmaras Legislativas, candidatos que pretendem fazer algo pelo conjunto dos servidores. Porque para atacar e chamar de privilegiado, já vimos vários nessa última legislatura”, ressaltou.

 

Com informações: Ascom/Fonacate 

ico-fce-1248498586fd276f5178b4d3f2b7aa20.jpg ico-you-90c6251d1ea816aae592005c0d5e6892.jpg ico-flk-ec51aca45a2791d46190d2eadacb4464.jpg

SCLN 110, Bloco C, Loja 69/79 - Brasília - DF - (61) 2107-5000 - CEP: 70.753.530

© Unacon Sindical 2015. Todos os direitos reservados.