Facebook Youtube Flickr
Notícias
A | A+
Imprimir Matéria
VITÓRIA

LDO 2019: Mobilização unificada dos servidores derruba tentativa de congelamento dos Serviços Públicos

Em votação no Plenário do Congresso, redução das verbas de custeio e proibição de reajuste são excluídas do projeto. Entidades promoveram ato público em frente à Câmara e reforçaram o trabalho parlamentar nesta quarta, 11

Publicado em 12/07/2018 às 11:11 | Autor: Juliana Martins | Acessos: 297


 

A mobilização unificada dos servidores públicos impôs na madrugada desta quinta-feira, 12, uma nova derrota ao governo.  Como resultado do trabalho parlamentar desenvolvido pelas entidades representativas do Serviço Público, os artigos 15 e 92-A do parecer da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2019, que reduziam as verbas de custeio em 10% e impediam o reajuste dos servidores, foram rejeitados por 209 a 45 em votação no Plenário do Congresso Nacional. Além da força-tarefa que buscou interlocução junto aos parlamentares, os servidores promoveram um ato público em frente ao anexo II da Câmara dos Deputados durante todo o dia de ontem, 11.  A movimentação repercutiu na imprensa. 

 

Para Bráulio Cerqueira, secretário executivo do Unacon Sindical, mais do que uma vitória dos servidores, a rejeição dos dispositivos representa o fortalecimento da democracia e o Serviço Público. “Diminuem as amarras do próximo governo, seja ele qual for, para escolha e implementação das prioridades sancionadas pela população. Agora não podemos baixar a guarda. Temos pela frente uma batalha em torno do orçamento de 2019 e a mais importante de todas: a luta pela revogação do teto de gastos que inviabiliza a prestação de serviços à população”, enfatiza.

 

ATO PÚBLICO

A mobilização pela rejeição o relatório do senador Dalírio Beber (PSDB-SC) foi intensificada nesta quarta-feira, 11. Enquanto alguns servidores visitavam gabinetes na tentativa de alertar os parlamentares sobre os efeitos desastrosos das restrições, do lado de fora, outros protestavam contra o PLDO.  A principal atração do ato, integrado pelo Unacon Sindical, foi o “Vampirão”, boneco inflável caricato do presidente Michel Temer, que podia ser notado de longe. As imagens do boneco repercutiram na imprensa de todo o país.

 

Os deputados Alessandro Molon (PSB-RJ) e Erika Kokay (PT-DF) marcaram presença no ato.

 

“O governo colocou o país em uma armadilha, criou um teto de gastos que impede que se preste serviços públicos com o mínimo de qualidade e agora tenta, através da LDO, retirar mais recursos do Serviço Público.  Não vamos aceitar”, afirmou Molon.

 

Para a deputada Erika, o projeto criava uma dupla penalização para os servidores, na medida em que precarizava as condições de trabalho e impedia o reajuste salarial. Na terça-feira, 10, ela utilizou as redes sociais para se pronunciar contra o projeto (assista aqui).

 

Confira o compilado de notícias e assista o resumo do ato público abaixo. 

 

ESTADÃO

Servidores protestam na Câmara contra proibição a reajustes salariais em 2019

Servidores da União se mobilizam por novos reajustes salariais

 

UOL

Servidores protestam contra proibição a reajustes prevista no parecer da LDO 2019

 

METRÓPOLES

Servidores protestam contra congelamento de salários e benefícios

 

CORREIO BRAZILIENSE

Relator muda texto da LDO, mas mantém proibição de reajustes para servidor

 

A TARDE

Servidores usam 'vampirão' inflável contra congelamento para a categoria

 

PODER 360

Com Temer inflável, servidores protestam por reajustes salariais

 

ico-fce-1248498586fd276f5178b4d3f2b7aa20.jpg ico-you-90c6251d1ea816aae592005c0d5e6892.jpg ico-flk-ec51aca45a2791d46190d2eadacb4464.jpg

SCLN 110, Bloco C, Loja 69/79 - Brasília - DF - (61) 2107-5000 - CEP: 70.753.530

© Unacon Sindical 2015. Todos os direitos reservados.