Facebook Youtube Flickr
Notícias
A | A+
Imprimir Matéria
SERVIÇO PÚBLICO

Na Câmara, Marques media debate sobre o papel dos servidores nas Eleições 2018

Iniciativa da Pública- Central do Servidor reuniu parlamentares, dirigentes sindicais e especialistas na tarde desta terça, 6

Publicado em 07/02/2018 às 13:33 | Autor: Juliana Martins | Acessos: 463


 

Rudinei Marques, presidente do Unacon Sindical, mediou nesta terça-feira, 6 de fevereiro, o debate sobre o papel dos servidores públicos nas Eleições 2018. O evento, realizado na Câmara dos Deputados, é uma iniciativa da Pública -Central do Servidor e tem por objetivo fomentar as discussões sobre a necessidade da renovação qualitativa dos quadros políticos em todas as esferas.  

 

Para iniciar o debate, o analista político, Antônio Queiroz, destacou que, antes de tudo, é necessário que o eleitor entenda e cumpra com seu papel. “Essa iniciativa é fundamental. Temos de ter consciência de que o eleitor é o titular do poder. Quando ele escolhe alguém para, em seu nome, legislar, alocar recursos públicos, fiscalizar, administrar uma cidade ou até a União, sempre o faz com base num programa, com exigência de prestação de contas e alternância no poder. Infelizmente, não tem havido, por parte do eleitor, esse acompanhamento e nem, por parte dos parlamentares, essa prestação de contas”. 

 

O advogado Joelson Dias, membro fundador da Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Político, falou sobre a crise política e como as divergências de opinião afetaram o diálogo e impediram o avanço de debates importantes para a sociedade. “Podemos ter visões diferentes, mas precisamos estar engajados na promoção de uma sociedade mais inclusiva e justa”, defendeu. Para ele, as Eleições são fundamentais para a ruptura dessa polarização e a reconstrução do diálogo público. 

 

Sobre a renovação dos quadros políticos, os especialistas avaliaram que a redução do tempo de campanha política, dentre outros fatores, pode afetar os novos candidatos.

 

“Nas últimas sete eleições, a média de renovação foi de 49%. Nesta, será menor por uma série de razões, dentre as quais destacam-se: a redução do tempo de campanha de 90 para 45 dias, a redução da propaganda eleitoral de 45 para 35 dias, a criação da janela eleitoral e do fundo de campanha”, afirmou Antônio Queiroz. 

 

Na mediação do debate, Rudinei Marques aproveitou o espaço para criticar o uso dos órgãos públicos como veículos de publicidade em prol da reforma da Previdência. “Hoje os servidores foram surpreendidos negativamente com vários órgãos de Estado defendendo, em suas páginas oficiais, políticas que são de governo. Alguns ministros se prestaram a esse papel de serviçais do governo de plantão. É lamentável que isso tenha acontecido. E neste momento, que estamos na iminência de um processo eleitoral, essa reflexão é oportuna. Nós podemos contribuir para uma renovação política qualitativamente positiva”, destacou.

 

Os deputados Weliton Prado (PROS-MG), Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) e Leonardo Monteiro (PT- MG) também participaram do evento.   

 

Assista abaixo os principais trechos do debate.  

 

 

 

 

 

ico-fce-1248498586fd276f5178b4d3f2b7aa20.jpg ico-you-90c6251d1ea816aae592005c0d5e6892.jpg ico-flk-ec51aca45a2791d46190d2eadacb4464.jpg

SCLN 110, Bloco C, Loja 69/79 - Brasília - DF - (61) 2107-5000 - CEP: 70.753.530

© Unacon Sindical 2015. Todos os direitos reservados.