Facebook Youtube Flickr
Notícias
A | A+
Imprimir Matéria
DEBATE

No Senado, Marques alerta para os efeitos desastrosos da combinação entre as reformas trabalhista e previdenciária

“Teremos o caos”, observou o presidente do Unacon Sindical e vice-presidente da Pública - Central do Servidor em audiência na CDH nesta segunda, 19 de junho

Publicado em 19/06/2017 às 20:41 | Autor: Juliana Martins | Acessos: 620


Rudinei Marques, presidente do Unacon Sindical, participou na manhã desta segunda-feira, 19 de junho, de audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado Federal que discutiu as reformas trabalhista e da Previdência.  A mesa de debates, presidida pelo senador Paulo Paim (PT/RS), contou também com representantes de trabalhadores da iniciativa privada, de servidores públicos dos três Poderes e do Ministério Público do Trabalho.

 

Na condição de vice-presidente da Pública – Central do Servidor, Marques alertou que a combinação das reformas resultará no fim da Previdência Social. “A reforma previdenciária está centrada em três pilares: redução no valor do benefício, restrição ao acesso e privatização da Previdência. Enquanto a reforma trabalhista, que também pode ser resumida em três pilares, vai: precarizar as relações de trabalho, reduzir os direitos trabalhistas e maximizar o lucro das empresas. Conjugando a reforma trabalhista com a da Previdência, teremos o caos, pois, restringindo os direitos trabalhistas e jogando os trabalhadores para informalidade, é claro que a Previdência será corroída a longo prazo.”

 

Para concluir, o presidente do Unacon Sindical conclamou todos à Greve Geral do dia 30 de junho.  “Já fizemos três grandes mobilizações e iremos para o quarto turno de enfrentamento. Vamos mostrar que a classe trabalhadora irá até as últimas consequências para defender os direitos sociais e trabalhistas.”

 

A conclamação foi reforçada pelo senador Paulo Paim (PT/RS), que destacou a importância da mobilização. “A reforma trabalhista vai estar no coração do Senado nesta data. É fundamental não ir ao emprego no dia 30. As máquinas precisam parar, os computadores precisam parar. No dia 30 de junho, estaremos juntos para barrar as duas reformas”, encerrou.  

ico-fce-1248498586fd276f5178b4d3f2b7aa20.jpg ico-you-90c6251d1ea816aae592005c0d5e6892.jpg ico-flk-ec51aca45a2791d46190d2eadacb4464.jpg

SCLN 110, Bloco C, Loja 69/79 - Brasília - DF - (61) 2107-5000 - CEP: 70.753.530

© Unacon Sindical 2015. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: Felipe Lacerda Soluções Web