Facebook Youtube Flickr
Notícias
A | A+
Imprimir Matéria
RESULTADO

Movimento em Defesa da CGU ganha mais força com a saída do ministro

Fabiano Silveira entregou carta de demissão nesta segunda, 30, após pressão dos servidores. Mobilização continua pela revogação da MP 726/2016 e aprovação da PEC 45/2009 

Publicado em 31/05/2016 às 18:52 | Autor: Nayara Young | Acessos: 2615


Movimento em Defesa da Controladoria-Geral da União (CGU) ganha mais força com a saída do ministro. Fabiano Silveira entregou carta de demissão na noite desta segunda-feira, 30 de maio, após pressão dos servidores. A mobilização começou cedo, às 7h, com grupo que impediu a entrada do ministro no edifício sede. Na sequência, além de limpeza simbólica do órgão, os servidores fizeram caminhada até o Palácio do Planalto. O Unacon Sindical concedeu coletiva de imprensa no fim do dia, além de sucessivas entrevistas para veículos como Globo, SBT, Record, Band, EBC, Veja, Estadão, Folha de S.Paulo, Valor Econômico, CBN, entre outros (saiba mais aqui).  A cobertura das atividades foi realizada, em tempo real, na página do Sindicato no facebook (http://facebook.com/UnaconOficial).

 

A mobilização não acabou. A pressão continua, ainda mais forte, pela revogação da MP 726/2016 e aprovação da PEC 45/2009, pronta para ser apreciada pelo plenário do Senado Federal. A proposta visa inscrever as funções do controle interno no art. 37 da Constituição Federal (saiba mais aqui e aqui).

 

Confira, abaixo, os desdobramentos das atividades que resultaram no pedido de demissão de Fabiano Silveira, indicado do governo interino para assumir ministério da Transparência, Fiscalização e Controle ou simplesmente “MiniTráfico”, como os servidores têm se reportado à alteração.

 

 

6h50 - Por meio de nota, Sindicato pede a exoneração imediata de Fabiano Silveira (acesse aqui).

 

7h - Servidores bloqueiam entrada do prédio para impedir a entrada de Silveira.

 

7h30 - Grupo aumenta com a chegada de mais servidores que engrossam o bloqueio à espera do ministro com apitos, faixas e palavras de ordem.

 

8h - Servidores barram entrada de Fabiano no prédio.

 

9h - No carro de som, Rudinei Marques, presidente do Sindicato, anuncia a limpeza da fachada do órgão com a presença da imprensa local e nacional.

 

9h20 - Anjuli Tostes, servidora da CGU, anuncia, nominalmente, os chefes de 22 estados que confirmaram entrega de cargos.

 

9h50 - Começa a lavagem do prédio. Na sequência, servidores seguem para o 9° andar, para lavar o corredor de acesso ao gabinete do ministro.

 

10h15 - Munidos de vassouras, água e muito sabão, servidores limpam porta do gabinete do ministro, no 9º andar.

 

10h30 - Rudinei Marques, presidente do Sindicato, concede a primeira entrevista coletiva para imprensa, após limpeza da porta do gabinete do ministro, no 9º andar.

 

11h - Rudinei Marques, presidente do Sindicato, aproveita a reunião dos chefes lotados do edifício sede do órgão, no 8º andar, para falar do movimento dos servidores. Marques cobrou manifestação dos colegas. “É importante que os servidores saibam o posicionamento dos líderes dessa Casa”, disse sugerindo que eles pelo menos descessem para o ato. Francisco Bessa, secretário federal de controle (SFC) diz que respeita o movimento.

 

14h - Servidores chegam à concentração para a caminhada até o Palácio do Planalto. O carro de som é utilizado para convocar os servidores para o ato.

 

14h30 - Servidores marcham em direção ao Palácio do Planalto. Duas faixas do eixo monumental foram fechadas durante o ato.

 

15h30 - Servidores pedem a saída de Fabiano Silveira.

 

16h - “Quem não pode com a formiga não assanha formigueiro”. Servidores fazem “apitaço” pela saída de Fabiano.

 

16h30 - Rudinei Marques, presidente do Sindicato, concede a segunda entrevista coletiva à imprensa presente no ato em frente ao Palácio do Planalto.

 

17h - Unacon Sindical convoca coletiva de imprensa no auditório do edifício sede da CGU para esclarecer o posicionamento do Sindicato em pedir a exoneração imediata da Fabiano Silveira.

 

18h - Rudinei Marques, presidente do Sindicato, concede a terceira entrevista à imprensa após a coletiva no auditório da CGU.

 

18h30 - Globo News mantém câmera e estação de link ao vivo no auditório chama atenção dos servidores. Burburinho de que Fabiano daria coletiva no local começa a circular. Servidores fazem vigília à espera da confirmação da informação.

 

19h - Veículos de todo o país começam a ligar pedindo a confirmação da exoneração de Fabiano. Rudinei Marques, presidente do Sindicato, atende todos os contatos.  

 

19h30 - Confirmada a informação da carta de demissão de Fabiano, Globo News grava link ao vivo direto do auditório da CGU.

 

20h - Em novo link ao vivo, Murilo Salviano, repórter da Globo News, lê, na íntegra, a carta de demissão de Fabiano com os servidores ao fundo.

 

20h10 - Rudinei Marques, presidente do Sindicato, grava chamada para continuidade do movimento. Para a entidade, a queda de Fabiano foi apenas a primeira pauta vencida. 

ico-fce-1248498586fd276f5178b4d3f2b7aa20.jpg ico-you-90c6251d1ea816aae592005c0d5e6892.jpg ico-flk-ec51aca45a2791d46190d2eadacb4464.jpg

SCLN 110, Bloco C, Loja 69/79 - Brasília - DF - (61) 2107-5000

© Unacon Sindical 2015. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: Felipe Lacerda Soluções Web